domingo, 11 de março de 2012

8 meses

Postado por Flávia às 23:42


Muitas vezes me pego tentada a não mais atualizar o blog.  Por causa da correria da vida, da falta de tempo e tantas outras desculpas. Mas quando (numa madrugada dessas da vida) consigo reler os posts passados, reconheço a importância de mantê-lo para que os registros do crescimento de Ana não se percam.
Sou das que gostam de organização, mas sofrem muito para colocar em prática. Nunca consegui manter diário ou agenda por muito tempo. Começava recheada em janeiro e lá pra junho as páginas em branco ficavam frequentes até que em novembro não tinha mais nada escrito. No máximo um feliz natal rabiscado em rosa e um adeus ano velho pra comprovar que eu estava viva no final do ano.

O blog ajuda muito essa criatura aqui a não fazer o mesmo com a história da filha. A cada fase de Ana eu encho a minha mãe de questionamentos. E o principal: Eu era assim?/Eu fiz assim? Na maioria das vezes ela sabe a resposta, mas tem coisas que se perderam no tempo. O meu desejo é que os detalhes, os sentimentos sejam no futuro conhecidos por ela na sua forma mais pura. Escritos no "agora". E é por isso que aos trancos e barrancos, vou mantendo esse espaço. Espero que por muito tempo.

Vejamos a sua vida aos oito meses, filha:
- É rápida engatinhando. Em minuto você está agarrada nas pernas da mãe na cozinha e no outro já está no corredor. Mãe de cabelo em pé e pedindo a Deus mais dois olhos pra te seguir melhor.
-No final do sétimo mês já começou a levantar segurando no sofá e hoje já consegue passar da sua cadeira de papar para o banco ao lado. Sempre segurando. Está tentando ficar em pé sem apoio e sinto que a cada dia consegue se equilibrar por mais um segundo. Acho que os primeiros passinhos estão chegando.
-Nada de dente. E o mais engraçado é que se você acorda irritada, fora do seu comportamento comum, eu e seu pai justificamos: Deve ser o dente! Até agora nem sinal...
-Você está louca por seu pai. Se ele está no quarto e te chama, você sai disparada engatinhando atrás dele. Pela manhã vocês assistem desenho juntos e muitas vezes caem no sono no sofá. O banho da noite continua sendo com o papai, só que agora é no chuveiro. Sempre uma bagunça pra variar.
-Temos uma novela a cada refeição e a mãe espera (abençoa pai!) que tenhamos um final feliz com você crescendo saudável gostando de frutas, verduras, sucos e tudo mais. Gosta do almoço. A moda atual é que só come banana e salvo raríssimas exceções nunca gosta do que prova pela primeira vez. Está melhorando em relação a água e hoje bebe mais que no mês anterior. Suco nem pensar. O que você adora mesmo é o “peitinho” e quer complementar praticamente todas as refeições com um belo mamar.
- A palavra que a mãe mais repete pra você é mamãe. De todas as formas e entonações. Você sempre ri e responde algo parecido com “neném”. Outro dia tentei ensinar Nice pra você chamar a nossa ajudadora da casa. Fiquei com a impressão que você começou o Niiiiii... Vamos ver o desenrolar nos próximos meses.
- Já faz o vem cá e o tchau com a mãozinha. É claro que só faz espontaneamente. Por enquanto nem adianta pedir para dar tchau a titia que não rola.
-Comecei a contar histórias pra você na hora de dormir. Conto os clássicos do meu jeito e você fica conversando junto, se enroscando em mim, até que o sono chega.
-Estabelecemos o horário de dormir as oito e parece que já se consolidou. Comecei o processo de ensino aos sete meses e hoje você já consegue dormir deitada sem precisar ninar no colo. Faço massagem no pé, cafuné e você vai aos poucos pegando no sono.
-Ainda não gosta do berço, mas consegue passar a maioria das noites dormindo sem pedir a cama dos pais. Não dorme a noite toda. Acorda em dias normais duas a três vezes para mamar.
-No oitavo você voltou a fazer algo lá do quarto mês. Acordar as três da madruga para brincar. Mamãe acha que é a tão falada ansiedade da separação do oitavo mês. Tratamos você com carinho e incentivamos a voltar a dormir, ensinando que noite é pra recarregar as baterias. Conversei com você muitas vezes explicando que estaria ao seu lado sempre que precisasse. Era só chamar. Hoje após alguns dias com dificuldade de manter o sono, você voltou a dormir bem.
-Foi à praia pela primeira vez. A água estava gelada por isso só molhei os seus pezinhos. Vamos retornar para um banho completo. Já gosta de piscina e vai praticamente todos os finais de semana.
Desconfiada molhando os pés no mar


É piscina mamãe? Então tudo bem!



2 comentários:

Renata on 12 de março de 2012 14:25 disse...

Oi Flavia!

E aí super mãe?! Que coisa mais gostosa, que menina linda! Ela está muito fofa!
Parabéns, e curta bastante a filhota!

Beijos, Renata
palpitandoemtudo

Cristiane Matos (Kyu) on 13 de março de 2012 12:21 disse...

Oi Flávia!! Lindo post. É verdade se não registrarmos as lembranças vão se perdendo...
Ana está linda! Essa fase é uma delícia, né?
estou louca pra ver a Helena assim também, interagindo com todos.
beijosssss

Postar um comentário

 

Agora que virei gente grande! Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez